Buscar

Fonte da Gigabyte entra na linha de fogo e acaba detonada por analista!

O modelo Gigabyte GP-P550B de 550W é desmascarado em análise técnica.

Imagem: Análise Shared Team


A gente sabe que na hora de montar o setup gamer um dos itens mais negligenciados e subestimados é a fonte de alimentação, provavelmente por não trazer nenhuma melhoria direta de performance.


Mas nós sabemos também do potencial perigo de se economizar demais nesse item, que pode se traduzir na queima dos demais componentes caso haja muita instabilidade nas tensões ou numa construção que não proteja o sistema de sobrecargas, sejam térmicas ou elétricas.


Felizmente tivemos movimentações por partes dos usuários para que isso faça mais parte do conhecimento comum na área, em especial, o pessoal do Teclab se destacou bastante nos últimos anos devido aos vídeos no canal no YouTube, que mostravam várias fontes famosas no mercado brasileiro sendo "dissecadas" pelos seus analistas.


Com o passar do tempo os vídeos do canal foram se tornando lives e, com isso, uma análise mais lenta, detalhada e sem cortes, o que pode ser bom por um lado técnico e transparente mas é péssimo para o consumidor comum que apenas quer saber se uma fonte é recomendada ou não, de maneira direta e que evite desperdício de tempo para alguém que não tem interesse em se aprofundar na área. Apesar de possuir um secção no seu site dedicada à certificação de fontes, a mesma está fora do ar e inacessível.


Por fim, chegamos ao grupo Shared Team, administrado por Felipe Andrade, que vem com a proposta de trazer análises técnicas em texto de fontes e outros hardwares com muitos detalhes para quem se interessar, mas também traz resumos e conclusões dos resultados obtidos na "dissecação", tornando o conteúdo acessível ao consumidor leigo de forma simples e direta, evitando qualquer tipo de enrolação.


Sobre o modelo em si da fonte Gigabyte GP-P550B, a análise completa da Shared Team não perdoou e expôs vários problemas na construção e revelando um desastre completo do ponto de vista técnico desse modelo e um possível foco da fabricante em um hiperbarateamento dos componentes ao ponto de não compensar a tamanha perda na qualidade, tentando ganhar valor apenas pela estética e marketing barato que, infelizmente, ainda acaba atingindo muitos consumidores pelo mundo inteiro.


O modelo não é recomendado pela Shared Team e a recomendação para a fabricante é de um total redesign da plataforma. Um fiasco técnico quase que total.


Você pode entender melhor os selos de avaliação da Shared Team neste artigo.


Fica de olho na hora de escolher os seus componentes, principalmente aqui no Brasil onde ainda existe muita fabricante com produto que só parece bom mas acaba trazendo mais problemas que benefícios.


"Auuuu!"

190 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo